Raptadas

Transient

É um filme intenso e muito intrigante que acompanha duas famílias que viram as suas filhas serem raptadas e um polícia que tenta descobrir o caso.

É muito longo, cerca de duas horas e meias, mas as coisas acontecem calmamente, com naturalidade e permite que se "sintam" e percebam os sentimentos que as personagens estão a passar. É muito real e tem muito pouco de Hollywood, por isso torna-se intenso. 

Eu passei o tempo todo a tentar perceber o que se passava, a tentar ligar os pontos todos e resolver o caso. Mas pelo meio parava esse pensamento e começava a analisar os comportamentos das personagens, pois são muito bem retratados no filme, o pai desesperado que começa a fazer justiça pelas próprias mãos, a mulher que se revolta e acusa o marido de não ter protegido a filha, o casal que não concorda com algumas atitudes mas deixa seguir por não ter solução melhor, o polícia frustrado porque não está a resolver o crime, etc... 

O argumento foi muito bem escrito e montado pois só no final do filme conseguimos ligar as pontas todas soltas. Pelo meio a nossa opinião sobre as personagens vai mudando e vamos percebendo que não estão a agir bem, mas ao mesmo tempo é sempre transmitida a imagem de que estão a tentar fazer alguma coisa... É um misto de emoções.

 Os actores Hugh JackmanJake Gyllenhaal e Paul Dano estão muito bem no filme. Mas dou um especial destaque ao último por estar muito bem caracterizado. Ele tem mesmo um ar estranho e um pouco psicopata.

Eu gostei do filme e recomendo a toda a gente. É um filme que permite ver as reacções das pessoas quando estão no limite e que levam a pensar se não faríamos o mesmo numa situação semelhante.

In