O Artista

Finalmente vi o filme que ganhou o Óscar de melhor filme deste ano.

Um filme muito diferente dos filmes habituais pois não tem voz e a imagem é a preto e branco, lembrando os primeiro o início do cinema e de todos os grandes clássicos cinematográficos.

Eu achei o filme muito interessante e curioso, principalmente pelos pontos que apontei em cima. Os actores fazem um papel brilhante e foram muito bem escolhidos para os diversos papeis, pois são muito expressivos facialmente, conseguido transmitir as diversas emoções.

A banda sonora do filme é muito boa. Achei muito interessante o facto de antigamente o som dos filmes ser tocado ao vivo por uma orquestra. É muito bom!

O filme tem um pequeno problema, tornando-o um pouco aborrecido em diversos momentos... O início do filme tem muita emoção e alegria, no entanto quando o actor principal (Jean Dujardin) começa a decair na vida, o filme torna-se um pouco aborrecido e monotono. Como não tem diálogos, os momentos alegres são mesmo alegres e os momentos triste do filme são aborrecidos e chegaram mesmo a dar-me sono.

Apesar disso, achei o filme muito interessante... Não sei se ganhou o Óscar justamente porque não vi outros filmes todos, mas é um bom filme e recomendo a todos. De 0 a 10 dou um 8.

In