Chloe

Este filme é muito curioso e interessante, e que obriga a pensar durante o filme e no final, quando vamos para casa. A história centra-se numa família, na desconfiança que a mulher tem do marido e do envolvimento de uma 4 pessoa na família, uma rapariga chamada Cloé (Amanda Seyfriend).

A senhora Catherine Stewart (Julianne Moore) acha que o marido tem um caso com uma aluna e para ver se o marido é capaz de a trair, contrata um prostituta para testar o marido. Daqui para a frente a história começa a complicar-se, pois Cloé começa a contar  e a descrever os encontros com o marido. No entanto que está a ver o filme, não percebe muito bem se as histórias são verdadeiras ou não….Com o andamento do filme começam a surgir muitas questões em relação à relação entre Cloe e Catherine, começam também a surgir dúvidas sobre as intenções de Cloé.

Todo o filme está muito bem estruturado e quem ve está sempre muito atento ao que se passa para não deixar escapar nenhum detalhe. Os actores foram muito bem escolhidos e adaptam-se maravilhosamente ao seu papel, no entanto a actriz Julianne Moore esta muito bem e continua charmosa… O destaque maior vai para a jovem actriz Amanda Seyfried, que alem de ser muito bonita e ter um ar muito intrigante, faz um excelente papel.

Um filme sem grandes cenários (com excepção da casa deles que é brutal), que vive de um argumento muito bem estruturado, inteligente e de um conjunto de actores fantásticos.

Eu gostei muito do filme e recomendo-o a toda a gente, pois retrata muito bem como a falta de confiança e de diálogo pode prejudicar uma relação, quer ela seja de amizade, amor, namoro, familiar, etc… Vejam porque vale a pena, de 0 a 10 dou um 7.

In