Gorillaz - The Fall

O quarto álbum da banda de desenhos animados mais famosa do mundo foi anunciado de surpresa, sem ninguém estar a esperar. Mas estranho ainda foi o facto de o frontman, Damon Albarn, ter dito que o gravou durante a Tour Americano, usando com ferramenta principal o iPad.

Para um grupo como os Gorillaz que sempre inovaram em termos sonoros, sempre pensaram em tudo muito cuidadosamente e sempre tiveram grandes convidados, lançar um novo álbum tão depressa deixa alguma curiosidade e expectativa com o resultado.

Este é um o álbum mais conceptual, mais simples em termos de arranjos sonoros, no entanto muito interessante e curioso.

Neste caso não existem grandes convidados e as músicas centram-se muito na guitarra, sintetizadores e drum machine. Tem a sua lógica pois são coisas de fácil transporte para quem anda em tornee. Assim que ouvimos a primeira música rapidamente percebemos que o que vamos ouvir uma coisa muito diferente dos outros 3 álbuns.

Eu depois de ouvir o álbum todo várias vezes cheguei à conclusão que gostei muito dele e que apesar de ser diferente dos outros, não fica nada atrás dos outros. É um álbum muito intimista e conceptual (como já referi), mas ao mesmo tempo é elegante e agradável de ouvir.

As minhas músicas preferidas são: "Revolving Doors", "Hillbily Man", "Bobby in Phoenix" (a única música com convidado - Bobby Womack), "The Joplin Slider" e "Detroit". Em todas elas a ligação entre o analógico (voz e guitarra) e o digital (sintetizadores e iPad) está muito bem feita. Eu diria que está feita na perfeição.

As restantes músicas também estão muito boas e o álbum é excelente... Foi uma bela prenda de Natal! Recomendo a toda a gente.

Oiçam e Julguem! (Download)

In