Jamie Cullum @ Coliseu de Lisboa

O concerto deste canto, pianista e compositor de Jazz, inglês, foi muito bom e uma surpresa muito agradável, para quem não o conhecia muito bem.

Ele fez-se acompanhar de 4 músicos excelentes, que lhe dão o apoio todo, quer ele esteja a cantar, a tocar, ou a improvisar. É necessário ter em conta, que este senhor toca piano muito bem e com imenso à vontade.

Inteligentemente, ele intercalou músicas calmas, com músicas mais mexidas, evitando que as pessoas ficassem mais "molengas". Uma das coisas que me surpreendeu, foi o facto de em certas ocasiões ele largar o microfone e cantar em plenos pulmões, sem nenhum sistema de amplificação a dar apoio. Aproveitando esta facilidade, ele veio e os seus músicos vieram para o meu da multidão interpretar uma música (uma mistura da música "Cry Me a River" do Justin Timberlake e da música "Cry Me a River" de Ellas Fitzgerald).

Pode parecer um pouco redutor, mas para mim o ponto alto, foi a interpretação da música "Frontin" do Pharrell Williams e do Jay-Z. Para esta música, ele dispensou os músicos e aproveitou a improvisação, os efeitos, samplers e loops feitos em tempo real com a sua voz, e muita brincadeira no piano. Para mim, foi o melhor música da noite, e para além disso, ele mostrou que é um grande músico e que não anda sempre agarrado ao piano.

Foi um bom concerto, vejam o pequeno vídeo e julguem!

In