Um fim de semana na Bélgica

Este pequeno país no centro da Europa é muito curioso e interessante. Vou sugerir um pequeno passeio que fiz num fim de semana (de 3 dias), em que visitei 5 cidades, Bruxelas, Antuérpia, Bruges, Gent e Ostend.

Para este passeio aconselho o aluguer de um carro. As cidades são muito perto umas das outras, e ganha-se muito tempo em conduzir. Para além disso, tem o privilégio de conduzir o carro num país civilizado, e acreditem... A diferença é muita.

Comecem por visitar Antuérpia, e podem crer que perdem um dia nesta cidade. A segunda maior cidade da bélgica, conhecida pela lapidação de Diamantes e pelo porto gigante, para terem a noção, é tão grande que andando pela cidade, não tem a noção do porto.

Comecem por visitar a estação dos comboios que é magnífica (a quarta mais bonita do mundo). Uma das coisas que vão reparar nas cidades todas da Bélgica, é que eles dão muito valor ao restauro e à limpeza dos monumentos. De seguida, visitem o museu dos diamantes. Não é nada de especial, mas podem ver excelentes obras de joalharia e a pequena secção do Bling Bling (muito interessante). Na zona do museu dos diamantes e da estação dos comboios, localiza a zona dos Judeus e dos diamantes... São avenidas e ruas, cheias de lojas a vender diamantes e imensos Judeus a passear por todo lado, com a roupa típica deles e com os caracolinhos no cabelo.

 

Depois de visitarem as ruas dos diamantes, sigam em direcção ao rio, pelas ruelas cheias de edifícios lindíssimos. outra coisa que vão reparar, é nas ruas limpas e cheias de lojas. Se forem avenidas grandes são lojas grandes, que habitualmente encontramos em centros comerciais, se forem ruas estreitas, apenas temos ruas com pequenas lojas tradicionais. Não esquecer de visitar a grande Catedral de Notre Dame, o interior é muito bonito. Procurem um centro comercial pequeno, com um interior muito bonito em talha dourada e um copo de champanhe gigante no centro, mesmo bom para fazer uma festa.

Para terminar o dia e se estiver sol, vão até ao Theaterplein (teatro de Antuérpia), sentem-se na esplanada oiçam a música (não é muito boa, são apenas clássicos), aproveitem a praça gigante e bebam um belo Mojito... Um final de tarde, fantástico para descansar, depois de um dia a andar.

Para a noite, aconselho irem até ao Petrol Club (convém ir de carro). O local onde se encontra esta discoteca é assustador, pois fica nas traseiras do porto de Antuérpia, enfiado no meio do mato. Parece um autêntico Bunker. Para terem a noção, eu passeio duas vezes por ela de carro, e não me apercebi da disco. Fora este detalhe, a discoteca é muito boa, com imensa boa onda, um pouco escura para o que estamos habituados cá (sempre com discotecas muito clean e brancas), mas com muito boa música. Se visitarem o site, vão ver que o cartaz dele é um luxo, Digitalism, Mayer Hawthorne, Au Revoir Simone, Hudson Mohanwke, Dorian Concept, entre muitos outros. Atenção: Não peçam água, porque eles vão servir-vos dois copos de água com gelo por 5 euros.

No dia seguinte sigam em direcção a Ostend, uma cidade junto à costa muito engraçada e com um porto muito grande. Algumas ruas são bonitas, outras nem por isso, lembram um pouco as praias da Vieira, Nazaré ou a zona má da Costa.

Depois visitem Bruges, uma cidade muito bonita com alguns canais pelo meio. Antes de visitarem a cidade vejam o filme "In Bruges", vão ver a cidade com outros olhos. Nesta cidade, andem perdidos pelas ruas que são fantásticas, no entanto não deixem de visitar a praça central e catedral. Uma dica, percam uns minutos à procura da melhor loja de chocolates de Bruges - Pralinique (Katelijnestraat 35). Garanto que não se vão arrepender.

 

Para terminar o dia, visitem a cidade de Gent, uma cidade parecida com Bruges, mas que ao mesmo tempo não tem nada haver. Gent é igual a Bruges, mas mais civilizada e menos turística. Tem uma zona moderna junto às catedrais, mas tem também uma zona histórica rodeada por canais, com uma rua com uma fachada muito típica da zona e pelo meio, tem imensas praças pequenas cheias de restaurantes interessantes. Mais uma vez, escolham uma esplanada e aproveitem o resto do sol.

   

Em relação a Bruxelas, não vou dar dicas, porque existem muito guias. Sigam-nos, eles não se costumam enganar!

Posso dizer-vos que é um bel fim de semana, sem grandes correrias para ver as coisas, e bem tranquilo. Devem visitar em país em Maio ou Junho para apanhar bom tempo (sem um calor excessivo) e não apanharem muito frio.

 

In