Arctic Monkeys @ Campo Pequeno

Pela terceira vez os Arctic Monkeys voltaram a Portugal para mais um concerto, e pela terceira vez eu fui vê-los.

Eu vi a apresentação de todos os álbuns dele em Portugal, e presenciei o crescimento deles. Desde os garotos que faziam música na garagem e se tornaram famosos (Paradise Garage em 2006), à maturidade em palco (Coliseu de Lisboa 2007) e agora o vedetismo e "mania" de Rock Stars (Campo Pequeno 2010).

Não posso dizer que não gostei do concerto, porque gostei... No entanto, estava à espera de bem mais e acabei por sair pouco satisfeito com o que vi.

Uma coisa é certa, eles são uma grande banda ao vivo, super profissionais, mas faltaram os Arctic Monkeys de antigamente, com grandes malhas de rock, muita energia, garra, e principalmente, mostravam que estavam a gostar do que estavam a fazer em palco. É certo que este álbum, não é tão rasgado como os outros, e é um álbum que revela muita maturidade da parte deles... No entanto, podiam ter conduzido o concerto de outra maneira.

A produção era simples, mas muito eficaz. As câmaras de vigilância que filmavam e transmitiam para uns ecrãs de LEDs, eram fantásticas e davam um efeito brutal.

Resumindo... Foi um bom concerto e gostei, mas acho que eles podiam ter feito bem melhor e podiam ter conduzido as coisas de outra maneira. Um pouco de humildade não fica mal a ninguém... Onde estão os 4 garotos de Sheffield, tímidos e com vontade de mostrar o que valiam??

Quando os vi a primeira vez, eles estavam a crescer e não tinham de provar nada a ninguém, eram garotos e faziam o que queriam. No segundo concerto, eles tinham de mostrar e provar a toda a gente, que não eram mais uma "one hit band" e que tinham muito valor. Agora já não precisam de mostrar nada a ninguém... Toda a gente sabe que eles são muito bons (eu inclusive), no entanto, depois deste concerto fico com dúvidas se os quero voltar a ver pela quarta vez.... Vamos esperar pelo novo álbum para decidir.

In