“Um Louco na Minha Cama” de Ronaldo Ciambroni

Bia depara-se com uma série de problemas. Deixada pelo amante e sem dinheiro, reflecte se a melhor alternativa será cometer o suicídio. Num turbilhão de dúvidas, Bia decide ligar para uma linha de apoio a suicidas, sendo atendida por Eduardo, que a tenta demover das suas intenções.

Uma peça muito divertida e cómica com dois jovens actores, e que gostei bastante.

Foi a primeira vez que vi estes dois actores no teatro, estou a falar de Tiago Barroso e Joana Alvarenga, e posso adiantar que fiquei muito surpreendido com eles. Apesar de jovens e de não terem muitas peças de teatro no Curriculum (penso eu), ambos estiveram muito bem nas suas interpretações e surpreenderam todos os que estavam na assistência.

O Tiago Barroso tem imenso jeito para papéis cómicos, e encarnou muito bem na personagem “Eduardo”. A Joana, para além de muito bonita e de ter umas pernas fantásticas, encarna também muito bem na personagem “Bia”. Os dois funcionam muito bem em conjunto, e acabam por preencher as possíveis falhas que possam existir durante a peça.

A peça tem imensas piadas, no entanto, têm três ou quatros que são fantásticas e absolutamente geniais… Encaixam mesmo bem!

Vão ver a peça que vale a pena… É muito engraçada.