A mão Esquerda de Deus

Um livro muito interessante sobre a inquisição em Portugal.

O livro é muito engraçado, e mistura um pouco de romance com história, de ficção com suspense, ao mesmo tempo que nos revela uma história de amor entre duas pessoas, e toda uma relação de amizade que se desenvolve entre as diversas personagens.

O livro é todo narrado na terceira pessoa, pois a personagem principal está a relatar a história a outra. Mas torna-se muito complicado para ler inicialmente, pois está escrito num português arcaico, o que se torna estranho no início. Posso adiantar que nas primeiras 40 folhas tive de voltar a ler muita coisa, porque não percebia o sentido.

No entanto, depois de estarmos habituados aquele tipo de escrita, o livro lê-se muito bem. Um livro que gostei e recomendo, apesar de não ser um obra-prima.

In