Grafonola!

No sábado andei a passear na feira de antiguidades de Leiria e apaixonei-me por uma grafonola.

A grafonola era antiga, mas tinha sido restaurada e parecia nova. Como é óbvio, funcionava e tinha uma sonoridade maravilhosa. Um som limpo e cristalino, mas ao mesmo tempo com o ruído da agulha a passar pelo vinil. A sonoridade era fantástica!

Quando ouvi a grafonola a tocar, automaticamente, recuei muito anos no tempo... Foi um momento mágico!

Eu não comprei a grafonola, mas ficou-me atravessada na cabeça... Será que a vou comprar?