Fade In

"O Fade In não é um bordel, mas dá imenso prazer", esta é a frase que Carlos Matos diz, sempre que inicia mais um concerto integrado neste festival.

Desde o seu início em 2001, que tenho visto diversos concertos neste festival. Com o passar dos anos, vi-o crescer e tornar-se maior e melhor, deixando de ser um movimento de amigos que pretendia divulgar música mais alternativas, para um festival de importância a nível nacional.

Já vi grandes concertos neste festival, e fiquei muito impressionado com bandas que descobri. Uma coisa muito boa deste festival, é que colocou Leiria no mapa musical português, apesar de trazer bandas muito alternativas... (o que não quer dizer que seja mau).

Neste 8 anos de esforço dos diversos elementos da organização, estava na altura de dar os parabéns, a todos os que fazem parte da organização do "Fade In"! Parabéns e continuem!

In