A vida num Inferno!


Ultimamente vejo a minha vida a tornar-se num Inferno. Tudo porque à dois anos me inscrevi num Mestrado em Coimbra. Passado este tempo todo, muitos km feitos, muitas coisas lidas, alguns exames feitos, encontrou-me na recta final. Estou a escrever a tese.

A questão critica nesta situação, é que o prazo de entrega está a chegar ao fim e eu vejo que ainda tenho muito que fazer. Se calhar esta situação aconteceu porque não me preocupei e deixei tudo para o fim… Mas não!

Tenho a noção que existiram alturas em que podia ter trabalhado mais… Mas com um trabalho normal as coisas tornam-se complicadas. Chegar a casa às 20 ou 20:30, depois de um dia inteiro a trabalhar, jantar e depois ir pegar nos livros é muito desgastante. Por mais que me esforce não consigo ter este ritmo durante a semana toda… É simplesmente impossível!

Durante todo este processo, várias vezes pensei em desistir e seguir a minha vida, continuar coisas que suspendi (estação do árctico – que saudades que tenho), não ter de prescindir de certas coisas só porque tenho de fazer a tese, etc…

No entanto, a minha cabeça depois mete-me nos eixos! Começam a vir os pensamentos de tudo o que está feito e tudo o que já passei, de que só falta mais um esforço e que tenho de continuar…. Por muito estranho que possa pareça ainda é este pensamento que me vai fazendo continuar.