Battle Royale


Sinopse:
No Japão, pouco depois da viragem para o Séc. XXI, a recessão económica e as elevadas taxas de desemprego agravam um conflito de gerações que leva os jovens a rebelarem-se contra o poder instituído – dos "adultos". Para tentar controlar a situação, o governo decide aprovar uma lei que passará a ser conhecida como a "Lei BR". O programa "Battle Royale" consiste em sortear uma turma de um qualquer liceu do país, transportá-la para uma ilha deserta e forçar os alunos a um jogo muito radical:
– Só pode haver um vencedor;
– O vencedor terá de ser o único sobrevivente;
– Se em três dias existir mais de um participante vivo, todos perdem (o jogo e a vida).

Assim, cada um dos 42 alunos e alunas recebe um saco de conteúdo aleatório (para equilibrar as vantagens naturais) que pode consistir numa arma letal ou numa grande inutilidade, como uma tampa de panela ou um corta-unhas. Em seguida são entregues à sua sorte…

Comentário:
Trata-se de um filme muito violento e como uma história muito macabra. Segundo pesquisei na Internet, criou muita polémica no Japão. Parece-me perfeitamente normal ter acontecido isso, não há história pior do que um governo agarrar em 42 alunos do 7 ano e obriga-los a matarem-se…

Uma das coisas que achei muito sarcástica no filme é a pequena apresentação antes de começar o jogo. Esta apresentação é feita por uma menina com uma voz de filme anime Japonês e fala das coisas sempre com uma comédia inacreditável…
Outra particularidade do filme é a escolha das personagens e das suas características. Ao longo do filme reparamos que cada uma tem uma personalidade muito característica, e reparamos que as personagens tem discussões muito infantis, mas próprias das idades que eles têm, do género “ Vou matar-te porque tu és amiga dela e não minha…”. No entanto, podemos também ver muitas vezes a força que a amizade e amor tem quando eles se ajudam mutuamente.

É um filme que mostra a força e a importância da confiança que se deposita nas pessoas.

Não achei um filme nada de especial, e não recomendo a pessoas muito sensíveis a cenas de violência, pois o filme está recheado delas…

De 0 a 10 dou 5

In