Primavera Negra


Vou relatar uma pequena história que se passou nesta primavera.

Há dias descobriu um ninho numa planta do meu jardim. Nos cinco dias seguintes a ter descoberto o ninho, a cada dia que passava aparecia um ovo. Até serem cinco ovos…. Não faço a mínima ideia de que pássaros eram, mas os ovos eram do tamanho de berlindes. Andava muito contente porque pensava que ia ver nascer cinco passarinhos no meu jardim… Já andava a pensar nos nome que ia dar, passarinho, passaroco, passarola, passarão, pasaralho…

No entanto, passados uns dias comecei a reparar que eles estavam a desaparecer… Um por dia. A desgraçada tinha desabado no meu jardim. Hoje fui ver os ovos e encontrei o ninho vazio.

Mas foi estranho porque eles desapareciam sem deixar rasto…

Estou agora na cama a tentar descobrir o que se passou e a formular diversas teorias:

1 – A mãe-passara mudou para outro ninho, não faço a mínima ideia se é possível…

2 – Outro pássaro ou um gato comeram os ovos, mas é estranho desaparecer um por dia

3 – A minha mãe fez uns bolos no fim-de-semana, será que os foi buscar? Também não me parece… eles eram tão pequenos que não davam para nada…

4 – Algum coleccionador de ovos veio até ao meu jardim e levou-os?

5- Será que foi a gripe das aves?

Seja o que for… deixou-me triste a marcou-me nesta primavera negra.