Mais de 1200 agressões nas escolas no último ano lectivo


Este é o título de uma notícia do público de hoje.

Neste artigo existe uma expressão muito engraçada "Já vão surgindo em algumas escolas portuguesas fenómenos de 'bullying' ".

Em relação a este ponto fico muito contente por Portugal estar atrás dos países mais desenvolvidos como por exemplo os EUA, onde este fenómeno já existe à uns tempos, basta pensar que a maioria das escolas tem detector de metais à porta. Uma coisa impensável em Portugal.

No entanto, penso que pelo andar das coisas e considerando que existe cerca de um milhão de armas ilegais em Portugal, pela segurança dos professores penso que se devia pensar em colocar detectores de metais à porta. Eu sei que está medida é muito exagerada, mas de futuro não sabemos o que pode acontecer… Espero estar enganado mas qualquer dia aparece um professor ameaçado com uma arma de fogo. Eu sei, que isto é uma medida muito exagerada…

Mas devemos pensar de outra maneira para resolver as coisas. Mas como é que se consegue meter juízo num miúdo de 15 ou 16 anos??

A resposta para esta questão não se encontra nos professores, mas sim nos pais. Se pensarmos bem, um miúdo tem muito obediência e respeito aos pais, mas se estes não colocarem marcas aos filhos eles vão pensar que é tudo como eles querem e à mais pequena contradição vão fritar da cabeça e fazer umas asneiras valentes. Neste caso que paga as favas são os professores.
Vendo por outra perspectiva é muito complicado os pais colocarem juízo no filho, se os estes tem de trabalhar o dia todo, passando assim essa responsabilidade para quem fica responsável por tomar conta do miúdo ou para quem conviver com este.

Isto é uma explicação muito simplista e é um ponto de vista, mas é um problema grave e com uma resolução muito complicada e que necessita de muita paciência.